sábado, 23 de julho de 2022

INCRÍVEL, MAS VERDADEIRO...

 

A principal estação de Caminho de Ferro de Lisboa, Santa Apolónia, de seu nome, esteve recentemente a receber obras de beneficiação.

Contudo, aparece agora uma situação que não era de considerar: o relógio da fachada do edifício, instrumento importantíssimo para aqueles que, localmente, se regulam por ele, assim como determinante na regulação dos horários dos comboios, não tem os ponteiros!

Inacreditável!

Esperamos que a esta questão seja resolvida em breve, para bem dos que gostam de saber a quantas andam…

sexta-feira, 22 de julho de 2022

ESTADO DA ÍNDIA – RECORDAR ANICETO DO ROSÁRIO

  

Faz hoje precisamente 68 anos que aconteceu uma barbárie no Estado da Índia, então território português, mais concretamente no Posto Policial de Silvassá (Dadrá/Nagar Aveli), quando um grupo de aventureiros e assassinos, a soldo da União Indiana, atacaram e assassinaram, a tiro e à facada, o Subchefe da Polícia de Segurança Pública local, senhor Aniceto Patrocínio Francisco do Rosário (na imagem).


 A família, como tem vindo a acontecer anualmente, prestou-lhe sentida e profunda homenagem à sua memória colocando uma coroa de flores no espaço onde está o seu nome junto ao Monumento dos Combatentes, em Belém, Lisboa, respeitando, igualmente, um significativo momento de recolhimento.

Neste acto compareceram os seus filhos Dª Lorinda do Rosário Santos e senhor António Francisco Teodorico do Rosário, e seu neto, senhor Jorge Oliveira do Rosário. Por parte da Liga dos Combatentes, o seu Presidente, senhor Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues e a Drª Isabel Martins.


 Notou-se a ausência de qualquer representante da Polícia de Segurança Pública (uma sua delegação esteve na cerimónia de 2021).


 Naquele cruel e sanguinário ataque, que deu origem à perda daquele pedaço de Portugal, também pereceram os agentes da Polícia de Segurança Pública do Estado da Índia, António Joaquim Francisco Fernandes, Guarda, Clemente Francisco Pereira, guarda, e Mamod Can, Guarda Fiscal.


 

quarta-feira, 6 de julho de 2022

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA COMEMORA O SEU 155º ANIVERSÁRIO

 

A PSP celebrou hoje, em todo o território nacional, mais um aniversário da sua criação. Em Lisboa, nas instalações da Direção Nacional, na Penha de França, estiveram presentes o Chefe do Estado, o Ministro da Administração Interna, o Diretor Nacional e seus pares, muitos convidados e galardoados com medalhas de honra por feitos heroicos. Destaque para a condecoração atribuída a título póstumo ao Agente Fábio Guerra, morto em março passado. A bandeira da Polícia de Segurança Pública foi distinguida com a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, grau Membro Honorário. Em 5 de outubro de 1935 a PSP tinha já recebido a mesma comenda, grau Grande Oficial. De manhã celebrou-se a missa alusiva à comemoração.