segunda-feira, 17 de setembro de 2018

FUI VOLUNTÁRIO DURANTE 867 DIAS! - 8º DE 29 EPISÓDIOS – AGOSTO 2014

-Sede do Ateneu Comercial de Lisboa, atualmente na rua das Portas de Santo Antão, onde se realizaram, em 1910, as primeiras reuniões da AFL-
 
A seguir é relatado, passo a passo, o movimento diário da agradável e gratificante atividade desempenhada no Museu da Associação de Futebol de Lisboa, localizado no Chiado, como seu responsável, entre janeiro de 2014 e maio de 2016.

Nota: este registo, com imagens, nada mais é do que uma forma de preservar a memória do que de bom se passou naquele período, simplesmente…


01.08.2014-Sexta
Ainda doente (inflamação da garganta), fiquei em casa.

03.08.2014-Domingo
 
1.Visitei as feiras da Praça da Ribeira e de Belém, sem resultados positivos.
2.Obtive fotos atuais do espaço (Belém) onde existiu o campo do pau do fio (anos 20)
3.Não contraí qualquer despesa para a AFL.

04.08.2014-Segunda
1.Entrei às 08H40.
2.Pela entrega da medalha, recebi mensagem de agradecimento da Junta de Freguesia de Benfica respondendo em conformidade.
3.Na minha secretária encontrei tubo com pergaminho dedicado a José Torres (5 e 6 de outubro de 2013) e duas capas protetoras de tecido preto.
4.Continuei a ler o livro “Meio Século de Futebol, 1888/1938”.
5.Saí às 15H40 para visitar a Casa das Coleções (rua da Misericórdia, Lisboa), mas nada de Relatórios e Contas.

05.08.2014-Terça
1.Entrei às 09H20.
2.Escrevi ao Museu Cosme Damião (Drª Rita Costa) sobre Relatórios e Contas em falta na AFL.
3.Contactei Luís Ferreira da Luz (página na net, Vinculados ao Barreiro), sobre o livro “Meio Século de futebol, 1888/1938”, o qual é referido num dos seus artigos.
4.Contactei José Manuel Lopes Martins, ex-chefe de serviços da FPF para saber se a Federação tem documentos que a AFL procura, mas a resposta foi negativa. Entretanto, está a elaborar programa para a celebração dos 90 anos da Associação de Futebol de Santarém, da qual faz parte, e disse-lhe que até agora não consta do historial da AFS o facto de alguns clubes lisboetas terem disputado as suas competições, nos anos 40. Vai tentar saber algo sobre este histórico episódio. 
5.Falei com Futebol Clube Barreirense, Desportos da Amadora e Biblioteca Municipal da Amadora sobre Relatórios e Contas.
6.Saí às 17H00.

06.08.2014-Quarta
1.Entrei às 09H15.
2.Pedi à Confraria do Vinho Verde (Porto) informação sobre a Dª Maria Alice Meireles Alves Costa Araújo, pois parece-me ser familiar do historiador que fez a obra “Meio Século de Futebol, 1888/1938”, Júlio de Araújo.
3.Perguntei por Relatórios e Contas à Biblioteca Municipal de Oeiras.
4.Fui almoçar com o sr. Frederico Costa Santos que ofereceu à Biblioteca da AFL, os seguintes 12 livros:
4.1-“Os segredos do futebol”, de Cândido de Oliveira (1947).
4.2-“Handbook”, da FIFA (1950).
4.3-“Relatórios de Gerência”, da FPF, referente às seguintes épocas: 1953/1954, 1954/1955, 1955/1956, 1956/1957, 1957/1958, 1958/1959 e 1959/1960.
4.4-“Medicina Desportiva”, I volume, de Dr. João da Silva Rocha (1961).
4.5-“Congresso Nacional do Futebol”, da FPF (1964).
4.6-“Leis do Jogo e Guia Universal para árbitros”, de FPF (1984).
Não contraí qualquer despesa para a AFL.
5.Saí às 17H00.

07.08.2014-Quinta
1.Entrei às 09H05.
2.Agradeci ao sr. Frederico Costa Santos a oferta de livros à AFL.
3.Falei com o Dr. Nuno Lobo sobre:
3.1-Homenagem a António da Silva Quadros (Recreativo Águias da Musgueira), entregando-lhe o currículo.
3.2-Almoço/convívio ao Mestre Joaquim Campos.
3.3-Falhas do sistema informático que dá apoio ao Museu.
4.Às 16H30, iniciou-se a reunião com os Drs. Nuno Lobo e Vítor Filipe, onde foram analisados os seguintes 14 temas:  
4.1-Regulamento do Museu.
Fazer as atualizações necessárias a este projeto de regulamentação e promover, logo que possível, o seu envio para os Drs. Nuno Lobo e Vítor Filipe.
4.2–Relatórios e Contas (existentes e em falta).
Proceder junto da Biblioteca Nacional de Lisboa e Coimbra à formalização do pedido de duplicação dos documentos de 1920/21, 1927/28, 1928/29, 1944/45, 1945/46 e 1960/61.     
4.3–Atualização das galerias fotográficas dos presidentes de direção e dos árbitros internacionais lisboetas.
Assunto premente. Há que apresentar modelo de moldura para se proceder à sua aquisição. 
4.4–I Encontro dos Museus e Salas de Troféus dos clubes filiados na AFL.
Depois da aceitação da ideia por parte do Museu Nacional do Desporto, Museu Cosme Damião (Benfica), Sporting, Belenenses e Casa Pia, com a inclusão do Sintrense (sr. Vítor Lopes), há que acionar a sua realização. Se possível no início da presente época. 
4.5–Diário (registo de atividades).
Proceder ao seu envio mensalmente aos responsáveis do Museu. 
4.6–Visitas ao Museu.
Há que continuar a linha de orientação preconizada até agora, dando o tratamento adequado às personalidades que o visitem, com a eventual referência no sítio da AFL, na rubrica Galeria Multimédia. 
4.7–Projetos.
O existente ficheiro microfilmado com as fichas de jogadores desde a criação da AFL (1910), deverá ser convertido para CD. Pedir orçamentos.
4.8–Historial da Taça de Honra, desde 1914/1915.
Presente o trabalho elaborado, com 63 páginas, o qual vai ser remetido também para o Dr. Vítor Filipe. Quanto à definição concreta quanto ao número de vencedores deste troféu, é provável que venha a ser clarificado numa reunião a promover com todos os clubes interessados. Contudo, a falta de Relatórios e Contas é preocupante para uma definição precisa e certificada do que se pretende. 
4.9–Levantamento de todas as provas e vencedores desde 1910/1911.
Esta tarefa, já iniciada, é de importância vital para o historial da centenária AFL, dado que o trabalho existente, produzido em 1990/1991, não está completo pois cingiu-se aos campeonatos regulares, faltando, destacadamente, as provas organizadas para Infantis (anos 20), Principiantes, Aspirantes, Veteranos, Seminários, Corporativos, Escolares, Órgãos de Comunicação Social, Promoção e Populares. 
4.10–Contactos com entidades e personalidades.
A Câmara Municipal de Cascais, através do Chefe de Divisão dos Arquivos Municipais, Dr. João Miguel Henriques, está diligenciar a reedição da caderneta de cromos com os equipamentos dos clubes existentes na AFL em 1940, feita propositadamente na altura do Euro 2004. Este empenho está relacionado com os elogios dos visitantes do Museu a tão apelativa coleção. 
4.11–Inventariação do Património.
Trabalho importante e decisivo para se saber o que existe no Museu, em termos de quantidades, valores e demais informações. Existem dois orçamentos desde Setembro de 2013, que estão em poder Dr. Vítor Filipe que os vai analisar. 
4.12–Possibilitar a visita ao Museu dos frequentadores de cursos de iniciação a Treinadores, Árbitros, Dirigentes e outros, promovidos pela AFL.
Proposta interessante que visa dar a conhecer aos vindouros a história da AFL. Preconiza-se que tal acontecimento se verifique logo no início dos cursos, com horário compatível com o objetivo a atingir, no mínimo 30 minutos e as presenças não devam ultrapassar as 20 pessoas. 
4.13–Presença nos sorteios das competições da Associação para divulgar o Museu, documentos, emblemas e I Encontro.
Outro acontecimento digno de registo, pois aproveitar-se a presença de tantas personalidades ligadas aos clubes é, sem dúvida, excelente para lhes transmitir a existência do Museu, sempre aberto a visitas (individuais ou coletivas); a realização e a vantagem da realização do I Encontro de Museus ou Salas de troféus de clubes filiados; a obtenção dos novos clubes dos elementos necessários para manter a informação atualizada na página da net; e a procura de documentos que interessem à AFL, quer nos clubes, quer em bibliotecas de particulares. 
4.14–Distinções da AFL.
Feito o respetivo levantamento foram detetados 17 objetos no Museu que não pertencem à AFL. Já foram entregues 11. 
A próxima reunião será em Outubro de 2014.
5.António Manuel Marques Francisco (Chico Varetas), árbitro Jubilado lisboeta visitou o Museu da AFL. Está radicado em Angola.
6.Saí às 17H50.

08.08.2014-Sexta
1.Entrei às 09H55, vindo da APAF
2.Recebi telefonema do Engº José Loureiro, vice-presidente da direção a dar conta do seguinte:
2.1-Pretende que exerça as funções de Delegado da AFL ao jogo de Futsal, quartos de final  da Taça de Honra, entre o Sport Lisboa e Olivais e o Clube de Futebol Os Belenenses, no dia 29 de Agosto (6ª feira), às 20H00 no Pavilhão do Casal Vistoso. Disse que pode contar com a minha colaboração.
2.2-Disse-lhe que foi enviado pin para a Polónia, conforme solicitação de Grzegorz Ampulski, Gliwice.
2.3-A minha intervenção, a divulgar o Museu da AFL, nos sorteios da presente época será logo no início dos trabalhos.
3.Foi-me entregue ontem a lembrança entregue pela FPF à A. F. Lisboa aquando da final da Taça de Portugal, em 18.05.2014.
4.Contactei o Dr. Mateus, da Biblioteca da Universidade de Coimbra sobre a aquisição das cópias dos Relatórios e Contas de 1944/45, 1945/46 e 1960/61. Dado entrarem de férias há que aguardar pelo dia 25 de Agosto para desencadear o processo com a Drª Maria Luísa Sousa Machado.
5.Remeti, por correio postal, os 2 pins da AFL para a Polónia. Disso dei conta a Rui Melo para informar o Engº José Loureiro que, penso, dará conta da remessa ao interessado polaco.
6.Elaborei o resumo da reunião de ontem e remeti para os Drs. Nuno Lobo e Vítor Filipe. 
7.Entreguei na AFL a medalha de 2012 ao árbitro jubilado Filipe Costa Martins, atribuída pelo CA.
8.Enviei ao Dr. Vítor Filipe os 3 primeiros relatórios de atividade do Museu, correspondentes ao período de janeiro a março/2014.
9.Pedi esclarecimentos ao presidente da Associação Desportiva de Oeiras, sr. Artur Alberto Dono Claro Campos sobre o empréstimo de património da AFL, em fevereiro de 2012, o qual ainda não foi devolvido. Assunto apresentado pelo Dr. Vítor Filipe na reunião de ontem, o qual também é do conhecimento do presidente da direção, Dr. Nuno Lobo.
10.Saí às 17H00.

09.08.2014-Sábado
1.Continuei a percorrer as exposições de velharias, quer no Chiado, quer na Feira da Ladra (que repeti), na esperança de encontrar preciosidades que interessem à AFL, mas sem resultado.
2.Não contraí qualquer despesa para a AFL.

11.08.2014-Segunda
1.Entrei às 12H10.
2.Às 09H00 estava na Biblioteca Nacional de Lisboa a solicitar cópias dos Relatórios e Contas de 1920/21, 1927/28 e 1928/29.
3.Depois fui à Ordem dos Médicos onde solicitei e consegui fotografia do Dr. Francisco Pinto de Miranda, presidente da AFL no mandato de 01.10.1914 a 20.08.1915, um dos que não consta na galeria dos presidentes.
4.Respondi ao alfarrabista Paulo da Costa Domingos.
5.Agradeci ao sr. Pedro Rosa, da Ordem dos Médicos, que enviou as imagens de Pinto Miranda por correio eletrónico.
6.Escrevi ao neto do presidente Joaquim Sá a perguntar se tem material antigo que possa facultar à AFL.
7.Elaborei o Relatório de Atividades do Museu referente ao mês de abril de 2014.
8.Enviei-o ao Provedor do Clube, Dr. Vítor Filipe que acusou a receção.
9.Recebi as convocatórias para Delegado à Taça de Honra da AFL, nos jogos dos quartos de final, meia e final da presente época. Acusei o seu recebimento.
10.Saí às 17H00.

12.08.2014-Terça
1.Entrei às 08H55.
2.Recebi de Norberto Santos lista com os Relatórios e Contas da AFL das épocas de 1951/52, 1952/53 e 1957/58, que tem para venda a € 20,00 cada. Estes exemplares existem na Biblioteca da AFL. Agradeci a sua colaboração e informei-o quais os documentos em falta na AFL.
3.Recebi do diretor-executivo José Ribeiro 43 bobinas (microfilme) com fichas de inscrição de jogadores desde 1910, e com Relatórios e Contas da AFL até 1990/1991. Este material carece de atualização, isto é, passagem para outro modelo de registo tecnológico, mais funcional e de fácil acesso.
4.Emiti requisição de material para o Museu: Livro 100 anos de futebol, esferográficas, marcadores florescentes, agrafes, stick de cola, sacos de papel pequenos e grandes.
5.Elaborei o relatório de atividades referente a maio de 2014 e enviei-o ao Dr. Vítor Filipe.
6.Presente o Dr. Nuno Lobo questionou se o processo das molduras para as galerias de presidentes e árbitros estava em andamento. Disse-lhe que está nas prioridades a desenvolver. Também é de opinião que as reuniões da chefia do Museu sejam mais periódicas, dado existirem assuntos que merecem acompanhamento mais de perto e pormenorizado.
7.Saí às 17H00.

13.08.2014-Quarta
1.Entrei às 08H45.
2.Enviei ao diretor-executivo José Ribeiro a confirmação de ter ontem recebido as bobinas de microfilmes, com lista pormenorizada quanto ao conteúdo de cada embalagem.
3.Procedi à elaboração dos relatórios de Atividades do Museu de Junho e julho de 2014, remetendo-os aos Dr. Vítor Filipe e Nuno Lobo.
4.Continuei a consultar o livro “Meio Século de Futebol, 1888/1938”.
5.Saí às 17H00.

14.08.2014-Quinta
1.Entrei às 08H55.
2.Continuei a ler o livro “Meio Século de futebol, 1888/1938”.
 

3.Falei com a viúva do saudoso árbitro Jubilado internacional Abel da Costa (filiado no CA da A. F. Porto), Dª Conceição, na expectativa de possuir livros sobre o futebol e a arbitragem que pudesse vir a oferecer à AFL. Diz ir tomar em consideração o pedido, que irá ser analisado aquando das partilhas. Registe-se que Abel da Costa ofereceu o seu par de chuteiras que utilizou nos anos 50!
4.Elaborei lista dos estabelecimentos de ensino que participaram em anos idos nas competições da AFL na expectativa de conseguir documentação relevante para o Museu.
5.Saí às 12H30, para viajar até Seia, onde irei participar no 8º Estágio de árbitros de Futebol e de Futsal promovido pelo Núcleo de Árbitros de Futebol da Linha de Sintra.

15.08.2014-Sexta
Feriado nacional

18.08.2014-Segunda
1.Entrei às 08H45.
2.No 8º Estágio, em Seia, dei conta da existência do Museu da AFL e convidei todos os presentes, mais de 50 participantes de diversas zonas de Portugal, para visitá-lo.
3.Elaborei texto para entidades escolares a solicitar reunião, na expectativa de encontrar documentação de interesse para o Museu da AFL..
4.Elaborei alinhamento para intervenção nos sorteios AFL.
5.Duas personalidades do Sport União Sintrense visitaram o Museu.
6.Contactei o sr. Artur Campos, presidente da Associação Desportiva de Oeiras, sobre o assunto iniciado em Fevereiro de 2012. Vai resolvê-lo e logo dirá o que se passar.
7.Enviei correio eletrónico para as 8 entidades a seguir indicadas, então inscritas nas competições da AFL, na esperança de vir a poder contactar os responsáveis das suas bibliotecas e procurar documentos que possam vir a interessar ao Museu:
7.1-Escola Comercial Patrício Prazeres.
7.2-Academia Militar.
7.3-Faculdade de Direito.
7.4-Faculdade Medicina.
7.5-Instituto Superior Técnico.
7.6-Liceu Gil Vicente.
7.7-Liceu Passos Manuel.
7.8-Liceu Pedro Nunes.
8.O Mestre Joaquim Campos ofertou os seguintes livros para a Biblioteca da Associação de Futebol de Lisboa.
8.1-Breviário das Leis do Jogo, de Barros Araújo, 1985, 112 páginas.
8.2-Programa Educativo FIFA COCA-COLA, Futuro II, 1996, 305 páginas.
8.3-A Arbitragem no Desporto, Fórum Horizonte, 1991, 50 páginas. Manual do Árbitro, Secretaria de Estado do Desporto, 1998, 296 páginas.
9.Saí às 17H00.

19.08.2014-Terça
Ausente.

20.08.2014-Quarta
1.Entrei às 08H50.
2.Respondi à mensagem do novo responsável pelo desporto da Junta de Freguesia de Benfica, André Pires, a sua disponibilidade para receber a medalha atribuída pela AFL, mas já tinha sido entregue em 30 de Julho!
3.Na expectativa de encontrar documentação que poderá ser útil à AFL, enviei novos pedidos de reunião a entidades que substituíram as que estão entre parêntesis, as quais, em tempos idos, participaram em competições da AFL:
3.1-Associação dos Pupilos do Exército.
3.2-Escola Secundária Rainha Dona Amélia (Escola Comercial Ferreira Borges).
3.3-Sociedade de Instrução e Beneficência A Voz do Operário (Escola Comercial Voz do Operário).
3.4-Escola Secundária Marquês de Pombal (Escola Industrial Marquês de Pombal).
3.5-Instituto dos Pupilos do Exército.
3.6-Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa (Instituto Comercial de Lisboa).
3.7-Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (Instituto Industrial de Lisboa).
3.8-Instituto Superior de Economia e Gestão (Instituto Superior do Comércio).
4.Saí às 17H00.

21.08.2014-Quinta
1.Entrei às 08H55.
2.Preparei imagens para oferecer à Dª Maria Gabriela Quaresma, que visitou o Museu em 13 de Maio de 2014.
3.Recebi resposta da Faculdade de Medicina e respondi em conformidade, sugerindo visita ao Museu.
4.Falou o sr. Gabriel Neves, de 87 anos de idade e de Almeirim, grande adepto do desporto-rei, que diz ir ofertar livros à Biblioteca da Associação de Futebol de Lisboa.
5.Falei com o sr. José Manuel Lopes Martins, ex-funcionário da FPF, sobre elementos que possam servir o Museu da AFL.
6.Falou o árbitro de Futsal, lisboeta e internacional, Miguel Castilho que vai atuar na Croácia a solicitar lembranças da AFL. Vão ser-lhe facultadas 10 esferográficas e 10 pins. Levará indicações para quando os colegas estrangeiros vierem a Lisboa para visitarem o Museu da AFL.  
7.Iniciei pesquisa quanto ao Campeonato Escolar das Escolas Superiores, promovido pela AFL a partir de 1922/1923.

22.08.2014-Sexta
1.Entrei às 08H40.
2.Continuei a pesquisa e a elaborar o historial sobre o Campeonato de Futebol das Escolas Superiores, organizado pela AFL.
3.Dª Fernanda Peixoto, do Sport União Sintrense e seu esposo visitaram o Museu.
4.Miguel Castilho, árbitro lisboeta e internacional da variante de Futsal, solicitou material promocional da AFL para levar para a Croácia, onde vai participar na UEFA CUP. Foi-lhe entregue 10 pins e 10 esferográficas e o pedido de informar os seus colegas estrangeiros para visitarem o Museu quando vierem a Portugal.
5.Maria Gabriela Quaresma veio buscar as suas fotos que estavam no arquivo digital da AFL.
6.Saí às 17H00.

25.08.2014-Segunda
1.Entrei às 08H50.
2.No sábado contactei o sr. Guilherme Henriques, na expectativa de saber se está interessado em dar a sua colaboração ao Museu da AFL. Marcada reunião para 4ª feira, dia 27.08.2014, às 15 horas.
3.Respondi ao diretor-executivo da AFL sobre o segundo pedido de pin do sr. Sérgio Nazaro (Brasil).
4.Respondi à oferta de venda de livros do sr. Paulo da Costa Domingos.
5.Falou o Cap. Jorge Soares, do Instituto dos Pupilos do Exército (vencedor do torneio Campeonato Geral Escolar, promovido pela AFL, em 1923/1924) respondendo à nossa solicitação sobre documentação. Irei solicitar reunião para a semana de 1 a 7 de Setembro de 2014.
6.Terminei a pesquisa sobre a Taça Guilherme Ferreira Pinto basto e enviei o trabalho à Drª Susana Henriques da Faculdade de Medicina, esperando que faculte à AFL dados históricos.
7.Solicitei à Drª Maria Luís Sousa Machado, da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, o favor de nos facultar imagem dos Relatórios e Contas (Anuários) de 1944/45 e 1960/61, para confirmarmos se são os documentos que nos fazem falta.
8.Saí às 16H50.

26.08.2014-Terça
1.Entrei às 08H40.
2.Contactei Joaquim Arnaldo Martins sobre a biblioteca da Escola Superior Colonial.
3.Enviei mensagens às seguintes Associações de Estudantes, inscritas em tempos nas competições da AFL, na esperança de vir a encontrar documentação para o Museu:
3.1-Belas Artes.
3.2-Letras.
3.3-Agronomia.
3.4-Ciências.
3.5-Escola Naval.
4.Saí às 11H45 (almoço pessoal).

27.08.2014-Quarta
1.Entrei às 08H45.
2.Recebi informação da Biblioteca Nacional de Lisboa a comunicar que a duplicação de três Relatórios e Contas (1920/21, 1927/28 e 1928/29), já estão fotocopiados e poderão ser levantados. O custo do trabalho cifra-se em € 20,25.
3.Procedi ao levantamento das cópias dos Relatórios e Contas, trabalho executado pela Biblioteca Nacional e agradeci a qualidade do trabalho prestado.
4.Enviei mensagens às seguintes entidades escolares na expectativa de encontrar documentação de interesse para a AFL:
4.1-Instituto Superior de Economia e Gestão.
4.2-Escola Secundária de Fonseca Benevides.
5.Reunião com Guilherme Henriques, que se disponibiliza para colaborar com o Museu da AFL, graciosamente, sendo-lhe pago o passe social mensal, como acontece comigo. Estará disponível a partir de 10 de setembro de 2014.
6.Respondi à Biblioteca Central de Coimbra sobre o Relatório e Contas de 1960/61 que vão fotocopiar.
7.Será Apolino Manuel dos Santos Pereira, meu amigo de Coimbra, que irá levantar o trabalho e pagar o respetivo custo.
6.Saí às 19H45 da primeira sessão de sorteio de competições AFL, onde fiz intervenção sobre a existência do Museu e outras informações importantes. Não contraí qualquer despesa para a AFL.
7.Fui adquirir no Continente Colombo material de escritório para o Museu.

28.08.2014-Quinta
1.Entrei às 08H25.
2.Procedi a pesquisa de elementos relacionados com o Prof. Arnaldo Teixeira, Treinador do escalão de formação da AF, nas épocas 1981/1982 e 1982/1983, que virá visitar o Museu amanhã.
3.O sr. Gabriel Joaquim Costa das Neves, de 90 anos de idade, morador em Lisboa, ofertou os seguintes 4 livros:
3.1-“Na diagonal do campo” (Carlos Simon).
3.2-“Basic Refereeing” (The FA).
3.3-“O Árbitro esse desconhecido” (Andreia Alexandre).
3.4-“O último cartão” (Jorge Coroado), a quem vamos agradecer e oferecer o livro “100 anos de futebol”.
4.Actualizei o quadro de corticite (mapa do Distrito de Lisboa, existente no Museu), colocando os pins coloridos de harmonia com a identificação das competições realizadas na época 1952/1953.
5.Estive na sessão dos sorteios de provas de Futsal, mas por lapso (esquecimento) do vice-presidente José Loureiro não tive tempo de “antena” para falar aos presentes do Museu e das suas iniciativas.
6.Saí às 19H15. Não contraí qualquer despesa para a AFL.

29.08.2014-Sexta
1.Entrei às 08H45.
2.Continuei a elaborar a lista dos clubes participantes nas competições da época 1952/1953.
3.Falei com Cap. Jorge Soares, do Instituto Militar dos Pupilos do Exército, que marcou reunião de trabalho para o dia 4 de setembro, às 11 horas, seguido de almoço, conforme seu convite.
4.Falei com o árbitro jubilado da AFL, Marco Pina sobre a entrega da medalha que lhe pertence e que está em nosso poder.
5.O Prof. Arnaldo Teixeira, antigo treinador das seleções da AFL, visita o Museu.
6.Saí às 17H00.
7.Para exercer as funções de Delegado da AFL ao jogo dos quartos-de-final da Taça de Honra, Futsal, Masculinos, S.L.Olivais-C.F.Belenenses, marcado para as 21H00, cheguei ao Pavilhão do casal Vistoso às 17H45.
8.Saí às 23H30. Não contraí qualquer despesa para a AFL.

30.08.2014-Sábado
1.Para desempenhar a tarefa de delegado ao jogo da AFL, na meia-final da Taça de Honra de Futsal, Masculinos, Benfica-Belenenses, marcado para as 20H00, no Pavilhão Multiusos de Odivelas, compareci às 13H30 (para dar ajuda ao primeiro jogo, previsto para as 17H00). 
2.Saí às 22H30. Total da despesa com esta participação €16,80. (táxi: €12,00 e pequena refeição: € 4,80).

domingo, 16 de setembro de 2018

A CPM 1446 EM CONVÍVIO!

Os camaradas desta Companhia de Polícia Militar que cumpriram a sua briosa e digna missão na então província ultramarina de São Tomé e Príncipe, entre 30 de julho de 1965 e 3 de setembro de 1967, 766 dias ausentes do seu ambiente familiar e não só, voltaram a reunir-se ontem, dia 15, num restaurante em Buarcos, na Figueira da Foz.
Foram para cima de sessenta convivas que recordaram as suas histórias, as suas vivências, os seus anseios, os seus êxitos, e as suas mágoas, nas mais belas ilhas africanas, pois esta coisa de ter servido no ultramar (quer em guerra, quer em paz), tem sempre momentos que jamais se apagarão da memória de quem por lá andou, contrariado ou voluntário.
Foi uma festa bonita, simples, solidária, com a presença de muitos familiares, de diversos parentescos, mas muito humana de camaradas de armas que partilharam aquele tempo, mais de dois anos, longe da família, dos amigos, do emprego, de tudo, para cumprirem o serviço militar obrigatório, só ao alcance dos mais válidos, mais capazes, mais destemidos.
Os saudosos camaradas que já não estão entre nós, mas sempre presentes, foram recordados na celebração da missa em sua memória, na igreja local e pela manhã.
Pela minha parte, para além de honrar o convite que me foi endereçado comparecendo a este almoço-convívio, foi enorme a satisfação de voltar a partilhar momentos inesquecíveis e fantásticos, recordando agora passagens daquele tempo com inúmeros e verdadeiros amigos, cuja amizade, apreço e consideração continuam a cultivar-se profundamente cada ano que passa.
Para além do bolo alusivo a esta efeméride, houve a tradicional saudação lanceira, com o grito “A galope, a galope, a galope!”
O meu sentido agradecimento aos lanceiros José Gago Oliveira Patrício e António Alberto Afonso, primeiros cabos jubilados PM, que também me proporcionaram um dia maravilhoso.
A todos o meu Bem-Haja!
      






sexta-feira, 14 de setembro de 2018

FUI VOLUNTÁRIO DURANTE 867 DIAS! - 7º DE 29 EPISÓDIOS – JULHO 2014


 
A seguir é relatado, passo a passo, o movimento diário da agradável e gratificante atividade desempenhada no Museu da Associação de Futebol de Lisboa, localizado no Chiado, como seu responsável, entre janeiro de 2014 e maio de 2016.

Nota: este registo, com imagens, nada mais é do que uma forma de preservar a memória do que de bom se passou naquele período, simplesmente…

01.07.2014-Terça
1.Entrei às 09H10.
2.Agradeci ao Dr. Álvaro Carneiro (Inatel) a receção de ontem, dando conhecimento ao Dr. Nuno Lobo, Dr. Vítor Filipe, Rui Melo e José Augusto Martinho (Bairro de São João), este por motivo de estar a elaborar a história das competições dos trabalhadores e provavelmente existir interesses mútuos que poderão ser partilhados.

02.07.2014-Quarta
1.Entrei às 10H45, vindo da Junta de Freguesia dos Olivais.
2.Entreguei na Junta de Freguesia dos Olivais a medalha de 1994.
3.A Biblioteca Nacional de Lisboa informa as condições para a reprodução dos três Relatórios e Contas da AFL que tem no seu acervo (1920/21, 1927/28 e 1928/29).
4.Recebi do sr. Carlos Peres (AFL) duas bolas de futebol para entregar à Fundação D. Pedro IV e à Escola Eugénio dos Santos.
5.Recebi do Dr. Tiago Vaz três placas referentes a:
5.1-XII Torneio Interassociações Futebol 7, feminino, Sub 16, Castelo Branco, 18 a 22 de março de 2013.
5.2-Jogo de preparação Portugal-Austrália, Sub 20, Mafra e Lisboa, 11 e 14.10.2012.
5.3-III Torneio Interassociações Futsal, Sub 20, 1 a 3.02.2013.
6.Falei com o Prof. João Azevedo Henriques (Escola Eugénio dos Santos) e Dª Maria Carmo Costa (Fundação D. Pedro IV) para combinar a entrega da oferta AFL (uma bola de futebol).
7.Saí às 17H00.

03.07.2014-Quinta
1.Entrei às 09H15.
2.Perguntei à coordenadora da Biblioteca Noronha Feio, da Faculdade Motricidade Humana, Drª Maria do Amparo se tem Relatório e Contas da AFL.
3.Fui entregar a bola de Futebol à Fundação D. Pedro IV à Dª Maria do Carmo Costa. Cumprimentei a Diretora, Ana Paula Lopes.
4.Agradeci ao Engº Vasco Manuel Abranches do Canto Moniz, presidente do Conselho de Administração da Fundação D. Pedro IV, a visita dos jovens alunos da Casa de Infância de Calafates ao Museu da AFL.
5.Presente na AFL o aluno André Teixeira, da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, Lisboa, solicitou e foi informado quanto á história de futsal.
6.Indaguei junto da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra se possuem Relatórios e Contas da AFL.
7.José Ribeiro, diretor-executivo da AFL, entregou-me Relatório e Contas da AFL de 1943/1994 que encontrou na AFL.
8.Saí às 17H00.

04.07.2014-Sexta
1.Entrei às 09H25.
2.À porta da AFL entreguei ao Prof. João Azevedo Henriques (Escola Secundária Eugénio dos Santos, a prometida bola.
3.Agradeci à Diretora do Agrupamento Escolar Eugénio dos Santos, Drª Hermínia Silva, a presença dos alunos quando visitaram o Museu, em 4 de junho de 2014.
4.Rui Melo entrega salva de 2006 da Associação de Futebol de Portalegre.
5.Saí às 16H00 (quartos-de-final do Mundial, Brasil). 

07.07.2014-Segunda
1.Entrei às 11H00, vindo da APAF.
2.Sobre a minha secretária encontrei um prato de cerâmica da Associação de Futebol de Évora, alusivo ao Torneio Lopes da Silva, Sub B-14, junho 2014.
3.Idem, placa da FPF referente ao 20º torneio Lopes da Silva, 21/28.06.2014.
4.A seu pedido enviei pin ao sr. Álvaro Silva, de Vila Nova de Gaia.
5.Taça de Honra. A busca continua.
6.Saí às 17H00.

08.07.2014-Terça
1.Entrei às 09H10.
2.Chegaram as duas Taças encomendadas à Canguru Sport.
3.Telefonei ao sr. Mário Oliveira a dar conta que os troféus estão em conformidade com o pedido, logo a contento.
4.Avança o trabalho sobre a Taça de Honra.
5.Esclareci-me junto da Biblioteca da Universidade de Coimbra sobre questão dos relatórios e Contas.
6.Saí às 16H45.

09.07.2014-Quarta
1.Entrei às 08H55.
2.Continuei na procura de elementos da Taça de Honra.
3.Falei com a Biblioteca Municipal de Almada, mas não tem Relatórios e Contas.
4.Reuni com o Dr. Nuno Lobo e fomos ver a lembrança a entregar a António Quadros, num dos jogos da Taça de Honra, face ao compromisso assumido no dia 1 de maio de 2013, em plena comemoração do cinquentenário do Recreativo Águias da Musgueira, que este dirigente seria homenageado.
5.Sobre a questão falei com António Quadros.
6.Saí às 17H00.

10.07.2014-Quinta
1.Entrei às 08H50.
2.Taça de Honra. O trabalho está quase concluído.
3.Recebi informação do Museu Nacional de Desporto (Drª Ana Semblano e Dr. Joaquim Gomes) que visitarão o Museu na próxima segunda, às 15H30.
4.Saí às 17H00.

11.07.2014-Sexta
1.Entrei às 09H40, vindo do Montepio (assunto pessoal).
2.Continuo a pesquisar dados da Taça de Honra.
3.O sr. Álvaro Silva agradeceu o pin que lhe enviámos.
4.A Fábrica Vista Alegre apresenta orçamento para a mensagem a escrever na peça de cerâmica que será oferecida a António Quadros. Em substituição desta ideia vai ser gravada placa com autocolante.
5.Recebi e agradeci ao diretor-executivo da AFL, o cartão FPF que me identifica como Diretor do Museu da AFL, época 2014/2015.
6.Finalmente! Chegou ao fim a pesquisa de elementos relacionados com a Taça de Honra. Em termos estatísticos foram necessários 15 dias de exaustivo trabalho (80 horas). O documento elaborado comporta 62 folhas. Lamentavelmente não foi possível aceder aos 18 Relatórios e Contas que não existem na Biblioteca da AFL, os quais se reportam às seguintes épocas: 1920/21 a 1925/26, 1927/1928 a 1931/32, 1944/45 e 1945/46, 1953/54 a 1956/57 e 1960/61. 
7.Elaborei currículo desportivo de António da Silva Quadros.
8.Saí às 16H20, para a reunião da Comissão Organizadora do almoço/convívio ao Mestre Joaquim Campos.

14.07.2014-Segunda
1.Entrei às 08H40.
2.A Drª Ana Semblano e o Dr. Joaquim Gomes visitaram o Museu com a presença do Dr. Nuno Lobo.
3.Reuni com o Dr. Nuno Lobo.
4.Saí às 17H00.

15.07.2014-Terça
1.Entrei às 14H15, vindo da APAF.
2.Fui à Praça do Chile buscar a placa gravada para a oferta de António Quadros.
3.Adquiriu-se na Fábrica Vista Alegre o prato de cerâmica para oferecer a António Quadros.
4.Falei com o Mestre Joaquim Campos quanto ao convite da AFL para assistir aos jogos da Taça de Honra 2014.

5.Almocei com amigos incluindo o presidente da Federação Santomense de Futebol, Comandante Idalécio Pachire, que convidei a visitar o Museu. Regressa ao seu país neste mesmo dia.
6.Saí às 17H00.

16.07.2014-Quarta
1.Entrei às 10H00, vindo da capela do Mosteiro dos Jerónimos, onde fui velar o corpo do antigo massagista do Belenenses, sr. João Silva, que muito colaborou com a AFL.
2.António Quadros dá a conhecer que pretende alterar a data da homenagem. Não quer que seja na Taça de Honra, mas sim num dos jogos do Musgueira com o Alta de Lisboa, pois neste género de partida diz estar mais à-vontade, mais enquadrado, em termos de ambiente.
3.Elaborei mapa apropriado para fazer a inventariação de todas as provas levadas a efeito pela AFL.
4.Trabalho esse que já tem vindo a ser feito.
5.Poucas pessoas que vieram levantar ingressos para a Taça de Honra visitaram o Museu.
6.Combinei com o Dr. Joaquim Gomes ir amanhã, às 10 horas, ao Museu do Desporto, para saber da existência (ou não) de Relatórios e Contas da AFL.
7.Saí às 16H50, para ir à reunião da Comissão Organizadora do convívio com o Mestre Joaquim Campos.

17.07.2014-Quinta
1.Entrei às 09H10.
2.À hora combinada estive no Museu Nacional do Desporto. Quanto aos Relatórios e Contas dispõem de um, da época 1929/1930. Vão-nos oferecer cópia.
3.Há que contactar alfarrabistas e outras entidades/personalidades na expectativa de vir a encontrar os Relatórios e Contas que faltam na coleção da AFL.
4.Para já contactei a Hemeroteca Municipal de Lisboa, Ginásio Clube Português, Clube Internacional de Futebol, Vitória de Setúbal, Associação de Futebol de Setúbal e vários vendedores de livros antigos.
5.Para tal, elaborei documento de registo apropriado.
6.Saí às 17H00.

18.07.2014-Sexta
1.Entrei às 09H35, vindo do Turismo de Portugal.
2.Em cima da minha secretária estava um cachecol e 2 pequenos galhardetes do Clube Desportivo dos Olivais e Moscavide.
3.Saí às 12H00 para o Estádio do Restelo, onde dei a minha colaboração à organização da Taça de Honra 2014.
4.Não contraí qualquer despesa para a AFL.

19.07.2014-Sábado
1.Às 01H45 enviei texto e fotos da primeira jornada da Taça de Honra, que foram divulgados na net.

20.07.2014-Domingo
1.Cheguei ao Estádio do Restelo às 13H30, onde permaneci até ao final do espetáculo.

2.Exerci as funções de assessor de relações públicas junto dos patronos do troféu, os jogadores internacionais jubilados, casos de José Augusto (Benfica) e Pedro Gomes (Sporting).
3.Levei o Mestre Joaquim Campos a casa, sendo ressarcido da despesa de táxi nesta deslocação.
 
21.07.2014-Segunda 
1.Às 01H10 enviei texto e fotos dos jogos da última jornada da Taça de Honra para o sr. Vítor Badalinho, que divulgou no espaço da AFL
2.Entrei às 10H10.
3.Sobre Relatórios e Contas recebemos resposta negativa de Kronos Bazar.

4.O historiador Dr. Fernando Maia visitou o Museu, acedendo assim ao convite feito durante o III Congresso de História e Desporto.
5.Arrumei no Museu a réplica da Taça de Honra e de duas salvas que estiveram no Estádio do Restelo.
6.Recebi felicitações do Dr. Nuno Lobo pela colaboração prestada no decorrer dos dois dias na Taça de Honra 2014, no Estádio do Restelo.
7.Saí às 17H00.

22.07.2014-Terça
1.Entrei às 10H10.
2.Para a necessária reunião com os Drs. Nuno Lobo e Vítor Filipe sugeri os 10 seguintes temas:
2.1-Regulamento do Museu.
2.2-Relatórios e Contas existentes e em falta.
2.3-Actualização das galerias fotográficas dos presidentes de direção e dos árbitros internacionais.
2.4-I Encontro dos Museus e Salas de Troféus dos clubes filiados na AFL.
2.5-Díário das atividades desenvolvidas.
2.6-Visitas ao Museu.
2.7-Projectos (reedição pela C. M. Cascais da caderneta de cromos de 2004).
2.8-Historial da Taça de Honra, desde 1914/1915 (já elaborado).
2.9-Projecto ou levantamento de todas as provas e vencedores desde 1910.
2.10-Contactos com entidades e personalidades.
Aguarda-se, pois, a marcação desta sessão de trabalho.
3.Propus ao Dr. João Miguel Henriques, da Câmara Municipal de Cascais, que a reedição da caderneta de cromos não se faça com cromos isolados, mas sim já colados nos seus lugares, cuja despesa seria, pensamos, muito menor.
4.Compilei o trabalho da Taça de Honra, fazendo um caderno, a ser distribuído ao Dr. Nuno Lobo.
5.Saí às 17H00.

23.07.2014-Quarta
1.Entrei às 09H25.
2.Sobre Relatórios e Contas da AFL, o Ginásio Clube Português respondeu negativamente.
3.A seu pedido enviei pin da AFL para o sr. Sérgio Nazaro (Brasília).
4.Organizei documentos sobre o (único) campeonato Corporativo organizado pela AFL na época 1939/1940.
5.Estiveram no Museu o santomense Gastão da Graça Ferreira (presidente da Comissão de Arbitragem da federação Santomense de Futebol) e o jovem treinador português Diogo Carvalho Calado, jovem Treinador de futebol.
6.Saí às 17H30.

24.07.2014-Quinta
1.Entrei às 08H45.
2.Falou o sr. Mário Oliveira (Kanguru Sport) a oferecer os seus préstimos para outros fornecimentos.
3.Dei conta a Gastão Ferreira e Diogo Calado que já podem ver na página da AFL a reportagem da sua visita ao Museu.
4.Saí às 17H00.

25.07.2014-Sexta
Não estive presente. Fui à praia.

26.07.2014-Sábado
1.Das 10 às 12H30 percorri a Feira da Ladra na expectativa de encontrar Relatórios e Contas e outras preciosidades que tenham lugar no Museu da AFL. Nada consegui.
2.Não contraí qualquer despesa para a AFL.

27.07.2014-Domingo
 
1.Com o mesmo objetivo estive na Feira de Algés, entre as 09H00 e as 11H30, mas os resultados foram infrutíferos.
2.Não contraí qualquer despesa para a AFL.

28.07.2014-Segunda
1.Entrei às 09H05.
2.O sr. Fernando Nunes pretende ser esclarecido sobre a fusão dos clubes que deram lugar ao Clube Oriental de Lisboa. Vamos procurar satisfazer o seu pedido.
3.O Dr. Joaquim Gomes, do Museu Nacional do Desporto, diz ter já o duplicado do Relatório e Contas de 1929/30, que vai oferecer à AFL. Prometi passar por lá ao meio-dia.
4.O sr. Sérgio Nazaro, do Brasil, agradeceu o pin.
4.Saí às 11H30, para ir ao Museu do Desporto e à reunião da Comissão Organizadora do convívio com o Mestre Joaquim Campos.

29.07.2014-Terça
1.Entrei às 08H40.
2.Respondi ao sr. Fernando Nunes esclarecendo-o quanto aos 3 clubes que deram origem ao Clube Oriental de Lisboa (fundado em 8 de agosto de 1946). Foram, então, o Chelas Football Club, fundado em 25 de dezembro de 1911 e registado na AFL em 22 de janeiro de 1918, sendo-lhe atribuído o nº de filiado 59; Marvilense Foot-ball Club, criado em 7 de fevereiro de 1920, nº 76 na AFL, cujo registo foi feito em 7 de outubro de 1920; e Grupo Desportivo do Pessoal da Companhia dos Fósforos, instituído em 1 de setembro de 1920, inscrito na AFL em 13 de fevereiro de 1921, com o nº 80.
3.Agradeci ao Dr. Joaquim Gomes, do Museu Nacional do Desporto, a cedência gratuita do Relatório e Contas de 1929/1930 ao mesmo tempo que o informei da data (aproximada) da edição do livro com o regulamento do Campeonato de Portugal, competição iniciada em 1938/1939.
4.Solicitei a Helder Tavares, responsável pelo Museu do Casa Pia notícias sobre documentos que venham a interessar à AFL.
5.Fui ressarcido do valor do passe social (€ 26,75).
6.Tomei conhecimento do agradecimento formal da Junta de Freguesia dos Olivais pela entrega da medalha de 1994.
7.Contactei o sr. Felisberto Nunes, do Grupo Desportivo Vilarense, que se prontificou a ceder o seu cartão de identidade desportiva ao Museu da AFL. Também podemos facultar alguns dados históricos relativos ao seu clube, que não estão considerados na página que têm na net.

8.Falei com o sr. Jaime Pereira, filho do sr. Filipe Gameiro Pereira, dirigente de renome na arbitragem portuguesa nos anos 50, na expectativa de poder oferecer à AFL documentos que possam vir a interessar. Diz que sim, que vai separar o que tem e depois contacta-me para ir a sua casa e ver o que poderá dispensar.
9.Sobre o mesmo tema também contactei o sr. Frederico Costa Santos, de 90 anos de idade, antigo funcionário da Federação e colecionador de pins (possui quase 80.000!) e a resposta foi a mesma: vai colaborar.
10.Para entregar a medalha à Junta de Freguesia de Benfica contactei os seus serviços administrativos.
11.O sr. Vítor Carocha perguntou como consultar o livro “Meio Século de Futebol, 1888/1938”, da autoria de Júlio de Araújo. Foi esclarecido.
12.Saí às 17H00.

30.07.2014-Quarta
1.Entrei às 11H30, vindo da Junta de Freguesia de Benfica e de consulta médica no Posto Clínico de Benfica (Drª Elvira Manarte, médica de Família).
2.Respondi ao sr. Vítor Carocha sobre as condições de acesso ao livro que pretende ver. 
3.Agradeci à Junta de Freguesia de Benfica a receção da medalha da AFL.
4.Saí às 16H30 (com forte dor de garganta).

31.07.2014-Quinta
Fiquei em casa doente, com forte inflamação na garganta.