segunda-feira, 22 de maio de 2017

TRIBUTO À POLÍCIA MILITAR - CPM 222 (1º DE 15 EPISÓDIOS)




COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR 222



(A primeira unidade mobilizada para o Comando Territorial Independente de São Tomé e Príncipe)



MOBILIZAÇÃO
De 26.06.1961 a 04.09.1963.
Cumpriu a missão em 801 dias, 71 a mais do que o determinado (dois anos).




TRANSPORTE MARÍTIMO UTILIZADO
Na viagem para São Tomé: NTT “UIGE”. 
No regresso: NTT “VERA CRUZ”.



TOTAL DE EFECTIVOS:
103 militares



COMPOSIÇÃO (NOMES E PATENTES)


OFICIAIS (4)

CAPITÃO E COMANDANTE (1)
Alberto Mourão Costa Ferreira

ALFERES DE CAVALARIA (2)
Baltazar Espada Gamito Ferreira
Domingos Pinto Morão Correia

ALFERES DE ARTILHARIA (1)
José Jaime Ferreira Lopes Gomes

SARGENTOS (3)

PRIMEIRO SARGENTO (1)
Mário Lopes Silva

SEGUNDOS SARGENTOS (2)
Armando Costa Barão
Joaquim António Sardo Garrinhas

FURRIÉIS (5)
António Martins Vaz
João Silva Santos
Jorge Santos Nogueira Sousa
José Faria Simões Garrido
Rui Joaquim Esteves Faria

PRAÇAS (91)

PRIMEIROS CABOS  (21)
Agostinho Costa Moreira, 75/61
Albertino Jesus Barradas, 883/60
Alberto Oliveira Roque, 667/59
Álvaro Torres Jaques, 174/59
Amândio Albuquerque Ferro, 164/61
António Ferreira Silva, 884/60
António Garção Santos, 230/59
Armando Saúde Vieira, 794/60
Augusto Jesus Silva Barbosa, 289/59
Augusto Matos São Pedro, 885/60
Bernardo Gomes Sardinheiro, 140/61
José Conceição Gomes, 152/61
José Maria Abreu Ceiça, 144/61
José Martins Neves Bouças, 221/61
Júlio Sousa Silva, 537/59
Manuel Corga Perdigão, 645/59
Manuel José Baião Rocha, 213/61
Urgel Rodrigues Costa, 880/60
Vírgilio Fernando Santos Reis, 882/60
Viriato Tavares Fernandes, 261/59
Vítor Manuel Silva Nunes, 251/59

SOLDADOS (70)
Abel Maria Carvalho, 141/61
Acácio Alves Peralta, 701/59
Acácio Tempero, 123/61
Albertino Sousa Duarte Lindo, 16/61
Alfredo Saloio Travanca, 242/61
Amadeu Ferreira, 299/61
Amândio Luís Varela, 886/60
Amaro Aníbal Jesus Costa, 2/59
Américo Augusto Moura Jerónimo, 90/61
Américo Figueiredo Couveiro, 265/61
Aníbal Gouveia, 696/59
António Durval Azevedo Moreira Bourbon, 9/61
António Ferreira Ramalho, 147/61
António Gonçalves Andrade, 269/61
António Joaquim Gomes Rocha, 553/61
António Joaquim Lopes, 552/61
António Matos, 128/61
António Melo Redondo, 81/61
António Rodrigues Conceição, 544/61
António Silva Estrela, 23/61
Armando Conceição Pereira, 720/60
Arménio Costa Alves, 541/61
Arménio Isaías Morgado, 118/61
Armindo Simões Figueiredo Esteves, 28/61
Arnaldo Cabrita Batista, 49/61
Arnaldo Sousa, 665/60
Augusto Moreira, 543/61
Camilo Pereira Crespo, 538/61
Carlos Alberto Santos Silva, 154/61
Carlos Cunha Ferreira, 556/61
Dionísio Marques Reis, 542/61
Domingos Almeida Vale, 167/61
Domingos Mendes Raposo, 700/59
Eduardo Pereira Alves, 540/61
Estevão Sousa Tavares, 216/61
Fernando Silva Magalhães, 60/61
Francisco Ferreira Marcelino, 246/61
Francisco Pedro Silva, 203/61
Gregório Peixeiro Pereira, 554/61
Guilherme Alberto Gomes Cordeiro, 555/61
Jacinto Farto Gomes Henriques, 148/61
João António Soares Lavrador, 714/60
João Augusto Encarnação Heleno, 545/61
João Basílio Fonseca Fernandes, 888/60
João Gil Duarte
João Nunes Anjos, 878/60
Joaquim José Costa Gomes, 539/61
Joaquim Fernando Runa Nunes, 277/61
Jorge Valentim Sousa Costa, 50/61
José Afonso Silva, 546/61
José Amador Evaristo, 300/61
José Barreirão Duarte, 121/61
José Maria Francisco, 887/60
José Matos Caçador, 53/61
José Mendes Gaspar, 284/61
José Mendonça Ribeiro, 98/61
José Pedro Paiva Carvalho, 287/61
José Roque Matos, 547/61
José Talhas Alves, 698/59
José Viegas Estrela, 138/61
Justino Andrade, 699/59
Manuel Alves Machado, 200/61
Manuel Lopes Murteira, 109/81
Manuel Martins Fernandes, 22/61
Manuel Santos Jordão, 94/61
Manuel Silvestre Frade, 124/61
Marcos Batista Raposo Teles, 11/59
Serafim Silva Barbedo, 666/60
Teodoro  Miranda Jorge, 117/61
Valdemar Daniel Melo, 724/60

RELATÓRIOS DA UNIDADE:
Pelo Comandante da CPM 222 foram publicados 3 documentos, nos meses de Junho, Julho e Agosto de 1962, os quais, graças ao seu conteúdo, considerei importantes aqui divulgar. Acontece que hoje, 31.05.2017, quando me desloquei ao Arquivo Histórico Militar para pagar a devida autorização foi-me dito pelo Capitão João Silva que o Director não autoriza a sua publicação em blogues, o que se lamenta, dado que ser for em livro é permitido. Coisas...
 
ALGUMAS NOTAS:

1. Nos primeiros dez meses a CPM 222 esteve aquartelada no CTI de STP (Comando Militar), logo sem instalações próprias e independentes.

2. O jovem santomense Manuel dos Santos, com apenas 7/8 anos (nasceu em 16.08.1954), apareceu no quartel da PM a pedir comida. Perante o seu débil estado físico, foi bem recebido e, a partir daí, jamais quis deixar os militares da CPM222. A mãe autorizou a “adopção” já que disse “quem lhe dá guarida e comida é que é o seu pai”. Todo o pessoal contribuiu para a compra da farda, calçado e respectivos apetrechos militares. Foi aceite como mascote da CPM 222, aliás, como se pode ver numa das fotografias a marchar com garbo e determinação à frente da fanfarra. Ia à escola mas pernoitava no quartel. Mais tarde, o Manuel, aquando do regresso CPM 859, em Setembro de 1965, acompanhou-a na viagem para Lisboa, já como 2º Cabo (título honorifico, claro). Foi inscrito na Casa Pia de Lisboa onde continuou os estudos. As últimas informações dão conta de que já terá falecido.

3. Os elementos da CPM 222 nunca usaram crachá, dado que o seu guião só foi criado em Agosto de 1962.

4. O comandante da CPM 222 teve um pastor alemão, de nome NIQUE, que o seguia para todo o lado.

5. Os elementos da CPM 222 e do PPM 37, realizam encontros periódicos, em vários pontos de Portugal, revivendo, assim, tempos que muito os marcaram na sua juventude.



FOTOGRAFIAS







































1 comentário:

BAPTISTA disse...

Fantástico trabalho Amigo.
Grande abraço.