terça-feira, 17 de dezembro de 2019

OS COMANDOS NOS TRÊS TEATROS DA GUERRA DO ULTRAMAR – PRESENÇA EM ANGOLA (2º DE 32 EPISÓDIOS)

GRUPO DE COMANDOS “O AÇO”
Foi o Batalhão de Caçadores 186, mais conhecido pelo “Batalhão do Aço”, composto pela Companhias de Comando e Serviços (CCS), mobilizada pelo Batalhão de Caçadores 6 (Castelo Branco), Companhias de Caçadores 187, Regimento de Infantaria 2 (Abrantes), 189 (Regimento de Infantaria 7 (Leiria) e 193 (Regimento de Infantaria 15 (Tomar), que cedeu os militares que compuseram este Grupo de Comandos.
A sua divisa: “Distintos e admiráveis brigaremos sem pão”.
A viagem para Angola iniciou-se em Lisboa no dia 18 de julho de 1961, no navio “Moçambique”, com chegada a Luanda às 13H30 de 28 de julho de 1961. O regresso verificou-se em 2 de novembro de 1963, no “Niassa”.
A história da unidade encontra-se no Arquivo Histórico Militar e tem as cotas:
2/2/160/12 e 2/2/198/7.
A constituição do Grupo “O Aço”, a seguir descrita, evocando-se nomes, patentes e outros dados, só foi definitiva após os seus componentes terem frequentado voluntariamente o curso específico, com aproveitamento, durante 82 dias, iniciado em 9 de setembro de 1962 e terminado em 30 de novembro de 1962, no Centro de Instrução 21, localizado na Zemba (Norte de Angola), quando voltaram às suas unidades.
A existência e a operacionalidade deste Grupo de Comandos decorreram durante 337 dias, ou seja, desde o final do curso da especialidade, até ao fim do cumprimento da honrosa missão do Batalhão 186 em Angola, quando regressa à então chamada Metrópole, em 2 de novembro de 1963.
CONTINGENTE: 37 Comandos.
COMANDANTE:
Inácio Maria, 2º Sargento, Compª 189
(Em substituição do Alferes que foi evacuado para a Metrópole,
devido a ferimentos sofridos em combate).
SARGENTOS:
Fernando Augusto Correia, 2º Sargento, CCS
João Baptista Pina, Furriel, Compª 187
José Manuel Ferreira Gaspar, Furriel, Compª 187
-Distinguido com a Cruz de Guerra 4ª classe (OE 3, III, 30.01.1964)-
Serafim Soares Costa, Furriel, Compª 192 
PRAÇAS:
Abílio Alves Santos, Soldado 508/59, Compª 192
Adriano Macedo, Soldado 1929/61, Compª 192
Amândio Gomes Soares, Soldado 203/60, CCS
António Augusto Duarte, Soldado 259/61, Compª 187
António Batista, 1º Cabo 153/59, CCS
António Conceição Cravo, Soldado 71/61, Compª 189
António Manuel Sousa Faustino, 1º Cabo 324/60, CCS
Arnaldo Branco Almeida, 1º Cabo 320/60, CCS
Fernando Ferreira Fundo, Soldado 261/61, Compª 187
Fernando Manuel Jesus Lobo, 1º Cabo 257/59, CCS
Francisco Alves Silva, Soldado 54/61, Compª 189
-Distinguido com a Cruz de Guerra 4ª classe (OE 15, III, 30.05.1963)-
Hélder Sanches Pires, 1º Cabo 12/60, CCS
-Faleceu em 5 de abril de 1963-
João Francisco Vaz, Soldado 256/61, Compª 187
João Manuel Gomes Veiga, Soldado 955/59, Compª 189
João Martinho Marques Abaladas, 1º Cabo 241/61, Compª 192
Joaquim António Roxo Serra, 1º Cabo 40/60, CCS
Joaquim Nazário Gomes, Soldado 311/60, CCS
José Armando Luisiário, 1º Cabo 254/61, Compª 187
José Augusto Soares, Soldado 262/61, Compª 187
José Bastos, Soldado 258/61, Compª 187
José Brásio Costa, 1º Cabo 172/61, Compª 189
José Conceição Santos, 1º Cabo 764/60, Compª 192
José Ramos Salvado, 1º Cabo 156/RD, CCS
-Distinguido com a Cruz de Guerra 4ª classe (OE 3, III, 30.01.1964)-
Júlio Silva Ribeiro, Soldado 2358/61, Compª 192
Justo Vide Morgado, Soldado 313/60, CCS
Luís Fernandes Ribeiro, 1º Cabo 199/61, Compª 189
Manuel Daniel Ferreira, Soldado 70/61, Compª 189
Manuel Dias Alves, 1º Cabo 4/60, CCS
-Distinguido com a Cruz de Guerra 4ª classe (OE 3, III, 30.01.1964)-
Manuel Francisco Chanca, 1º Cabo 179/RD, CCS
Manuel Jerónimo Alão Almeida, 1º Cabo, 2714/61, CCS
Manuel Silva Morgado, Soldado 432/59, Compª 189
Mário Correia Guedes, Soldado 245/59, CCS 
Registo de parte da atividade operacional do Grupo “O Aço”, nalguns casos atuando conjuntamente com outros grupos de Comandos, nas seguintes datas e lugares:
08.10.1962 – Calunga Samba e Rio Libune.
23.10.1962 a 25.10.1962 – Gongonegongo, Monte Ladeira e São João.
19.11.1962 a 24.11.1962 – Úcua, Pango Alúquem, entre o Monte Pumba, Roça Bom Jesus,
e vales dos Rios Moncolo e Brinco. Operação: “General Freire”.
17.12.1962 a 25.12.1962 – Maciço dos Quiuenenes e Quicabo. Operação: Roda Viva”.
09.01.1963 e 10.01.1963 – Muanda, na região entre o Rio Suege, Quindembe e Zambaxe.
Operação: “Dois Montes”.
27.01.1963 a 09.02.1963 – Quitexe, Muhombo, Quipedro, Quitoque, Quinguenda,
Cananga, Cólua e Rios Lamanha, Uamba e Luica.
19.02.1963 a 18.03.1963 – Úcua, Fazenda Belo Horizonte, Fazenda Santa Clara,
 Pango Aluquém, Quissacala, Banza do Esso, Gingen e Rios Teba, Dange e Quilo.
18.03.1963 e 19.03.1963 – Úcua, entre Quissacala e Gingen. Operação:
“Vingança do Primeiro Morto Comando”.
05.04.1963 – Úcua e Quizondo.
21.06.1963 – Rio Caoza.

Sem comentários: