quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

OS COMANDOS NOS TRÊS TEATROS DA GUERRA DO ULTRAMAR – PRESENÇA EM ANGOLA (13º DE 32 EPISÓDIOS)

GRUPO DE COMANDOS “OS TIGRES”
Os integrantes deste grupo de Comandos foram originários do Batalhão de Cavalaria 399, composto pela Companhia de Comando e Serviço (CCS) e as Companhias de Cavalaria 394, 395 e 396, todas unidades mobilizadas pelo Regimento de Cavalaria 3 (Estremoz).
Este Batalhão, que utilizou a divisa “NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE”, embarcou para Angola a 5 de dezembro de 1962, e chegou a Luanda, no dia 17.
O regresso a Lisboa verificou-se a 21 de fevereiro de 1965.
No Arquivo Histórico Militar, não existe a História da Unidade.
A constituição do Grupo de Comandos “Os Tigres”, a seguir descrita, evocando-se nomes e patentes, só foi definitiva após os seus componentes terem frequentado voluntariamente o 1º curso específico da especialidade, com aproveitamento, durante 87 dias, iniciado em 30 de junho de 1963 e terminado em 25 de setembro de 1963, no Centro de Instrução 16, localizado em Quibala (Norte de Angola), quando voltam às suas unidades.
A existência e a operacionalidade deste Grupo de Comandos decorreram durante 515 dias, ou seja, desde o final do curso da especialidade, até ao fim do cumprimento da honrosa missão do Batalhão 399 em Angola, quando regressa à então chamada Metrópole, em 21 de fevereiro de 1965.
Em Julho de 2006 um dos elementos do BCAV 399, Mário Moreira Lima, editou no Porto o livro, com 256 páginas e com o título “399-CAVALEIROS DE CAVALARIA, MEMÓRIAS DE UM BATALHÃO”, que historia a vivência da unidade em Angola. Para adquirir a obra há que contatar mariolima@hotmail.com
CONTINGENTE: 33 Comandos.
COMANDANTE:
Júlio Damas Paiva, Alferes, Compª 394
SARGENTOS:
João Francisco Moleiro Rebocho, Furriel, Compª 394
Manuel José Magno, Furriel, Compª 396
Samuel Jesus Silveira Couto, Furriel, Compª 395
Simão Gonçalves Abrantes, Furriel, CCS
PRAÇAS:
Alfredo Esteves Batista, 1º Cabo 836/62, Compª 394
Altino José Avó Cochicho, Soldado 510/62, Compª 395
António Fernandes Carvalho Rainho, Soldado 505/62, Compª 396
António Francisco Lopes, Soldado 903/62, Compª 394
António Luz Viana, Soldado 661/62, Compª 394
António Maria Alves, Soldado 515/62, Compª 395
António Marques Branco, 1º Cabo 481/62, Compª 394
Arcílio Silva Salgueirão, Soldado 442/62, Compª 396
João António Lindeza Coxilha, Soldado 511/62, Compª 396
João Rosa Santos, Soldado 625/62, Compª 395
João Sampaio Pereira Lopes, Soldado 580/62, Compª 395
Joaquim António Guarda, Soldado 687/62, Compª 396
Joaquim Henrique Mestre Gonçalves, Soldado 692/62, Compª 395
José António Freitas Bárbara, 1º Cabo 645/62, Compª 396
José Jesus Marreiros, Soldado 660/62, Compª 394
José Manuel Soares Veiguinha, Soldado 630/62, Compª 396
José Maria Cebola, Soldado 529/62, Compª 396
Josué Custódio Oliveira Bravo, Soldado 1386/62, Compª 396
Manuel António Mestre Horta, Soldado 889/62, Compª 396
Manuel Dias Rosa Gonçalves, Soldado 901/62, Compª 396
Manuel Gomes Santos, Soldado 446/62, Compª 394
Manuel João Baliza Urbano, Soldado 485/62, Compª 394
Manuel Joaquim Silva Sampaio, Soldado 459/62, Compª 394
Manuel José Alexandre, Soldado 638/62, Compª 395
Manuel Laurindo Coelho, Soldado  913/62, Compª 394
Manuel Santos, Soldado 564/62, Compª 396
Orlindo Santos Salvador, Soldado 839/62, Compª 394
Virgílio Conceição Domingues, 1º Cabo 449/62, Compª 394
 Registo de parte da atividade operacional do Grupo de Comandos “Os Tigres”, nalguns casos atuando conjuntamente com outros grupos de Comandos, nas seguintes datas e lugares:

08.09.1963 – Rio Luege. Operação: “Boina Vermelha I”.
13.09.1963 – Rio Loge, Norte de Quiouon e Muxixe. Operação: “Boina Vermelha II”.
16.09.1963 – Rios Loge, Luege e Luaia. Operação: “Boina Vermelha III”.
24.09.1963 – Rio Luaia. Operação: “Boina Vermelha IV”.
20.10.1963 a 25.10.1963 – Matas Sanga e Conquelo e Rios M’Bridge e Quidilo.
Operação: “Gato Eriçado”.
27.10.1963 a 29.10.1963 – Mata Sanga.

Sem comentários: