terça-feira, 14 de agosto de 2007

JOAQUIM DA SILVA MOREIRA


Este velho amigo deixou de colaborar com a arbitragem lisboeta e nacional, o que se lamenta, face às suas excelsas qualidades. Joaquim Moreira, modesto, simples e fraterno é um profissional de eleição (motorista) e está ao serviço de alta personalidade da Assembleia da República, logo sem tempo para exercer qualquer cargo na hierarquia desportiva portuguesa. Desempenhou, com brilho e competência, a função de membro da Comissão de Apoio Técnico do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Lisboa e, simultaneamente, Observador da 1ª categoria nacional, onde obteve sempre as primeiras classificações. Sem dúvida, um elemento de grande valor que prestigiava o sector. Face à manifesta indisponibilidade para a actividade de que tanto gostava, teve que optar. Perdeu-se também um grande formador, pois as suas invulgares características humanas, pedagógicas e técnicas eram, sem dúvida, uma mais-valia para a nossa causa. Contudo, não perdemos um Amigo! Refira-se que no passado dia 22 de Junho, todo o elenco da CAT e alguns directores do anterior Conselho de Arbitragem estiveram com ele num jantar restrito onde foram recordados com alegria e saudade os seus dotes e as imensas peripécias que se verificaram durante as mais três dezenas de anos que serviu a arbitragem.

1 comentário:

Joaquim Moreira disse...

Fui um previlegiado ao conhecer o Alberto Helder: Homem de forte carácter e de uma capacidade invulgar. Sempre disponivel para colaborar nas mais variadas causas, é um formador por Exa. Parabens pelo teu blog, julgo até, que pela teu passdo, merecias ter ao dispor um canal privado. Vou estar atento ás tuas dicas. Um abraço do tamanho do mundo . Joaq. Moreira