sexta-feira, 14 de agosto de 2009

CURSO DOS ÁRBITROS E ASSISTENTES DA 1ª CATEGORIA NACIONAL

2009.07.17 - Correspondendo ao convite da APAF para dar uma ajuda à sua delegação que ia ter tempo de intervenção no curso de início de época, no Luso, acompanhei o director José Padinha no expresso até à Praia da Areia Branca (zona de Peniche-Leiria), onde fomos encontrar-nos com o Presidente Luís Guilherme.
Daí saímos a caminho do almoço em Fornos-Coimbra e, depois, bem alimentados, partimos para o nosso destino.
Na unidade hoteleira fomos bem recebidos não só pela Comissão de Arbitragem (Vítor Pereira, Domingos Gomes e Antonino Silva), como pelos demais integrantes do elenco docente e de apoio e, claro, especial saudação de todos os Árbitros e Assistentes que vão formar o grupo de elite nesta temporada. Para mim foi como voltar ao passado onde, durante anos, enquanto membro da APAF, fui frequentador assíduo deste género de iniciativas que remonta perto da sua fundação (1979) até 2006, altura em que o anterior presidente da Direcção, um muito mau gestor da Associação, conforme afirmei em plena Assembleia-geral e é de todos sabido (e quem tiver duvidas que veja o meu blogue), não mereceu a minha confiança para o acompanhar para onde quer que fosse… Desta feita foi uma satisfação pessoal enorme estar, por breves horas, num ambiente de franco companheirismo, alegre, confiante e de entendimento absoluto, constatar que numa área tão sensível e por vezes desprestigiada não por estranhos, mas por quem vive do futebol, a forte ligação entre todos, incluindo aqueles que agora ascenderam ao escalão máximo nacional, sente-se, por isso, uma ambiência de tranquilidade e bem-estar tão importante para esta grande equipa que quer prestigiar o desporto-rei e o seu espaço específico e especial a que se dedicaram de forma superior. Pese embora eu tenha deixado a formação em 1997, foi um gosto ver alunos meus no activo, neste patamar de elite, o que me obriga a continuar a sentir orgulhoso de tal facto, para mais que os seus nomes nunca, por nunca ser, andarem envolvidos no maior escândalo que passou pelo sector e que se denomina Apito Dourado, processo que ainda não está concluído e que decorre na justiça portuguesa (criminal e desportiva) há 5 anos e 3 meses!!! Comentários, para quê? Em conferência de imprensa o presidente da Comissão de Arbitragem, Vítor Pereira, acompanhado de seus pares (Antonino Silva e Domingos Gomes) deu a conhecer quais os objectivos a atingir na época 2009/2010, assim como os três Árbitros novatos e o melhor classificado da época anterior, apresentaram-se e disseram de sua justiça.
Gostava de ter visto também nesta apresentação os cinco neófitos Assistentes, já que fazem parte do mesmo grupo de trabalho… No moderníssimo e modelar Centro de Treinos do Luso vi e gostei dos novos métodos de preparação física, divertidos, musicados, interessantes e adequados. Em suma, neste estágio estiveram presentes 25 Árbitros da 1ª categoria e dos seguintes distritos: Porto (6). Lisboa e Setúbal (5 cada). Madeira (2). Aveiro, Castelo Branco, Braga, Évora, Leiria, Portalegre e Santarém (1 cada) e 52 Árbitros Assistentes: Porto e Setúbal (9 cada). Lisboa (8). Braga (6). Viana do Castelo e Vila Real (3 cada). Aveiro, Coimbra, Leiria, Madeira, Ponta Delgada e Portalegre (2 cada). Algarve e Castelo Branco (1 cada). Analisando a representatividade, direi que é necessário que os Conselhos de Arbitragem dos Distritos que não têm qualquer filiado nestas categorias e são 6 (Angra do Heroísmo, Beja, Bragança, Guarda, Horta e Viseu), promovam as iniciativas julgadas convenientes para que possam proporcionar aos seus Árbitros e Assistentes as condições ideais de trabalho que visem a ascensão ao patamar mais apetecido que qualquer um aspira quando ingressa na arbitragem de futebol. Entretanto, durante o jantar veio ao de cima o agradável ambiente que se vive no meio deste grupo de trabalho com a comemoração dos 31 anos de idade do novel Assistente Inácio Altino Costa Pereira, de Braga, e meu bom amigo, com o cantar uníssono dos “parabéns a você” e do tradicional bolo de aniversário… Bonito! No tempo de intervenção da APAF, com a sala cheia, foram dissecados assuntos de grande interesse para o sector, com a participação activa de alguns dos presentes com questões pertinentes e actuais. A conduzirem os trabalhos estiveram os directores Luís Guilherme, António Resende e José Padinha. Por fim, agradeço o convite da APAF e o transporte que me facultou e, noutro sentido, já manifestei, por correio electrónico, a minha gratidão aos membros da Comissão de Arbitragem da Liga pelas atenções que me dispensaram. Aos restantes companheiros, todos aqueles que fizeram o favor de me dedicar os seus cumprimentos e felicitações, o meu bem-haja!

1 comentário:

Catarina disse...

Boa Tarde Sr. Alberto Hélder,

Era pedir-lhe demais que me enviasse as fotografias no seu tamanho original, para o meu mail pessoal?

Queria fazer um trabalho sobre o assunto e não tenho fotografias.

Obrigado pela atenção dispensada,

Melhores Cumprimentos,

Catarina Branco