domingo, 2 de agosto de 2009

O NÚCLEO DA GUARDA PRETENDE DINAMISMO NA ARBITRAGEM DO DISTRITO

2009.07.11-Respondendo ao amável convite da Comissão que preside aos destinos do Núcleo de Árbitros de Futebol da Guarda, desloquei-me até lá para participar no jantar-convívio de encerramento de época, onde estiveram presentes cerca de uma vintena de filiados e amigos. À minha espera estiveram na Estação da CP (desloquei-me de comboio e foi uma agradável experiência) o Silvério Sousa e Gonçalo Martins que me acompanharam na visita à XVII Beirartesanato-2009 e à sede do Núcleo.
Depois seguimos para o local do repasto, onde, depois de uma excelente refeição e de muita confraternização se tratou de recolher factos que se passaram para dar mais ânimo e mais vida à arbitragem egitaniense, com um pedido de reunião às altas individualidades que superintendem no futebol distrital, na expectativa de nunca mais voltarem-se a repetir situações nefastas e deprimentes que até agora têm ocorrido e que afecta sobremaneira o futebol distrital e a arbitragem em particular. Este movimento foi protagonizado pelos sócios do quadro nacional, o que se regista e enaltece, pelo contributo que os mais credenciados dão a este género de iniciativas, que devem servir de exemplo, não só aos colegas mais novos, como a todos os outros, nos mais diversos locais do país, ocupem qualquer dos escalões da hierarquia. Com a minha presença na Cidade dos 5 efes (Forte, Farta, Fria, Fiel e Formosa) falei telefonicamente com o meu bom Amigo Engº Joaquim Valente, actual presidente da Câmara Municipal e eis dirigente da Associação de Futebol da Guarda, não só a dar-lhe os parabéns pela magnifica feira que tive o privilégio de visitar, como também expressar o meu reconhecimento pelas atenções que tem tido para com o Núcleo. Gostaria imenso de o ter cumprimentado mas estava ausente, num casamento. Fica para a próxima.
Vamos, então, aguardar que a reunião entre o Núcleo e a Direcção da Associação de Futebol da Guarda resulte num diálogo capaz de resolver os problemas que estão na génese da insatisfação que reina nos filiados do Conselho de Arbitragem, os quais estão dispostos a apresentar propostas credíveis e exequíveis, sempre na esperança de ajudar quem está à frente dos destinos do Conselho, independentemente quem esteja no exercício dessas funções. Resta agradecer, uma vez, mais as deferências que fizeram o favor de me distinguir, especialmente a Silvério Sousa que teve de acordar bem cedo para que eu pudesse regressar a Lisboa às 07H22! A todos o meu Bem-hajam! As t-shirts do Núcleo estão um espanto. Aos interessados, recomenda-se que comprem antes que esgotem, pois o seu custo é simbólico.

Como curiosidade devo dizer que andei, ida e volta, 776 quilómetros e isto tudo em 08H23 minutos. Tudo à tabela!

1 comentário:

JSP disse...

Parabéns pela reportagem e iniciativa.
Fez-me recordar algumas visitas que fiz, ainda miúdo, com o meu pai à Guarda, onde se deslocava para reuniões e sessões de formação com árbitros locais, assim como a muitas outras cidades do país.
Jaime Pereira (filho de Filipe Gameiro Pereira)