sábado, 22 de novembro de 2008

MUSGUEIRA-OEIRAS, O JOGO QUE VI NO PASSADO FIM-DE-SEMANA

-Equipa de arbitragem: Nelson Henriques, Hugo Henriques e André Sousa-
Foi no domingo, dia 16, no moderno e funcional Estádio da Alta de Lisboa (relvado sintético), onde se defrontaram as equipas do Recreativo Águias da Musgueira (fundado em 01.05.1963) e da Associação Desportiva de Oeiras (f. 21.04.1956). Ganhou a equipa da linha do Estoril por 4-0. Golos só na segunda parte. Antes desta nona jornada da 1ª Divisão Honra lisboeta a classificação era a seguinte: Musgueira: 11º lugar com 10 pontos, de 2 vitórias, 4 empates e 2 derrotas. Golos 13-18.
Oeiras: 2º posto com 18 pontos, de 5 vitórias e 3 empates. Derrotas, zero. Golos 14-7.
Próximos jogos: Musgueira vai a Loures e o Oeiras recebe o Venda do Pinheiro. Jogos a 23 de Novembro. Quem dirigiu o jogo foi a seguinte equipa de arbitragem da Associação de Futebol de Lisboa: Árbitro - Hugo Ricardo Vicente Henriques (nasceu 19.09.1980). É instrutor de Fitness e Árbitro da 1ª categoria Distrital. Tem 12 anos de carreira. Aspira voltar a ingressar nos quadros federativos e ir o mais longe possível. Frequenta os Núcleos de Lisboa e da Brandoa-Amadora. Árbitros Assistentes: Nelson Filipe Batista Costa Henriques (n. 26.01.1979). É funcionário dos Correios. Também está no quadro da 1ª categoria distrital e tudo fará para ingressar no quadro dos Assistentes nacionais. É filiado no Núcleo de Lisboa. André João Nascimento Sousa (n. 12.10.1989). Está no 12º ano e perspectiva ser Piloto Aviador. Faz parte dos quadros da segunda categoria distrital e começou há 3 anos como Árbitro Jovem. Pretende alcançar os mais elevados patamares, já que juventude, força de vontade e dedicação são os seus atributos. É filho de Silvério Sousa, Árbitro de Futsal (2ª categoria nacional). Como não podia deixar de ser tive o grato privilégio de saudar bons amigos que tenho nestas paragens, casos de António Quadros, presidente do Águias e antigo árbitro, mas a passar um momento muito difícil com a sua saúde, José Maria Ribeiro (treinador do Águias), seu irmão Horácio, que foi distinguido esta semana pela Confederação do Desporto de Portugal com o prémio Distinção pelo muito que o Boxe nacional lhe deve, Vítor Freitas, Marcelino Lagarto, antigo colega árbitro e José Spínola, dirigente do Oeiras. NOTA PESSOAL: No antigo Campo dos Sacrifícios (era assim que se chamava o recinto que foi substituído pelo actual Estádio), em 29 de Janeiro de 1989, em terra batida, dirigi o encontro de Juvenis entre o Desportivo de Chelas e o Caneças (1-2).

1 comentário:

Hugo Vicente disse...

Sr Alberto Helder!
Muito obrigado pelo seu contributo a minha paixão que é a arbitragem.
Se todos os agentes da arbitragem fossem como você é teriamos a melhor arbitragem existente!
Muito obrigado e fico muito honrado pela sua passagem e observação do meu jogo!
Bem haja!
Despeço-me com os meus melhores cumprimentos bem como da minha equipa.